Elifas andreato biografia

Elifas andreato biografia
Elifas andreato biografia

Elifas andreato biografia |Tendo trabalhado como artista visual por mais de quarenta anos, Elifas era particularmente conhecido como ilustrador de inúmeras capas de discos de vinil na década de 1970,

que contou com grandes nomes da Música Popular Brasileira, como Chico Buarque de Holanda, Elis Regina, Adoniran Barbosa, Paulinho da Viola, Martinho da Vila, Toquinho e Vinicius de Moraes.

As pinturas de Elifas foram consideradas ícones de uma geração que lutou contra o regime militar contemporâneo por meio da arte, como atesta o caráter lírico com significativa significação social que marcou sua obra.

Elifas foi o artista mais prolífico da geração do vinil, tendo desenhado as capas para 362 álbuns, com particular destaque para os álbuns Pera do Malandro, de Chico Buarque, A Rosa do Povo, de Martinho da Vila, Clementina de Jesus,

O Sorriso Ao Pé da Escada, de Jesse, e A Arca de Noé, de Vincius de Moraes. O longa-metragem Nervos de Aço, de Paulinho da Viola, foi o primeiro cover que Elifas fez, e foi no ano de 1973 que ele começou sua carreira de cover.

Durante a década de 1970, também ilustrou livros de literatura brasileira, como A Legio Estrangeira, de Clarice Lispector.

Além de obras realmente envolventes, Elifas criou peças de excepcional qualidade criativa que foram projetadas internacionalmente e receberam ampla atenção.

Seu trabalho também incluiu a criação de cartazes, gravuras e gráficos, além de atuar como diretor editorial do Almanaque Brasil de Cultura Popular, revista distribuída a bordo dos voos da TAM, assinantes e bancas.

Elifas Andreato nasceu em 1946 em Rolândia e iniciou sua carreira profissional de criação ainda jovem, em 1965, quando abandonou o emprego como aprendiz de mecânico na fábrica da Fiat Lux em São Paulo para perseguir seu sonho de ser artista profissional.

Na década de 1960, trabalhou na redação da Editora Abril, onde ajudou a criar diversas revistas, números e coleções, incluindo Placar,

Veja e História da Música Popular Brasileira. No meio da ditadura militar, ele lançou uma série de organizações de notícias alternativas, incluindo Opinio, Argumento e Movement.

Elifas andreato biografia
Elifas andreato biografia

Ele também começou a trabalhar como programador visual e cenógrafo para algumas das peças mais icônicas de todos os tempos. Durante este período, ele continuou a se destacar como designer de capas de álbuns para alguns dos nomes mais conhecidos do mundo da música.

O artista estima que ao longo de sua carreira tenha criado cerca de 400 peças – capas antológicas de praticamente todos os maiores músicos do nosso tempo.

Começou a trabalhar na área editorial na década de 1990, sendo responsável pelas coleções históricas MPB Compostors e História do Samba, ambas editadas pela Editora Globo, bem como pelo Almanaque Brasil, periódico mensal distribuído nos voos da TAM.

Elifas andreato biografia |Tendo trabalhado como artista visual por mais de quarenta anos, Elifas era particularmente conhecido como ilustrador de inúmeras capas de discos de vinil na década de 1970, que contou com grandes nomes da Música Popular Brasileira, como Chico Buarque de Holanda, Elis Regina, Adoniran Barbosa, Paulinho da Viola, Martinho da Vila, Toquinho…

Elifas andreato biografia |Tendo trabalhado como artista visual por mais de quarenta anos, Elifas era particularmente conhecido como ilustrador de inúmeras capas de discos de vinil na década de 1970, que contou com grandes nomes da Música Popular Brasileira, como Chico Buarque de Holanda, Elis Regina, Adoniran Barbosa, Paulinho da Viola, Martinho da Vila, Toquinho…

Leave a Reply

Your email address will not be published.